sábado, fevereiro 07, 2009

De repente, 38

De repente, um dia vc completa 38 anos.
A proximidade com a virada da quarta década, nos leva a refletir numa pequena contabilidade sobre os erros e acertos passdos nesse período todo.. Mas que período? Parece que ontem mesmo eu ansiava desesperadamente pelos meus 18 anos, e num piscar de olhos, o tempo passou como se voce simplesmente despertasse de um sono curto e agora atinge o auge das condições físicas e mentais de suas capacidades.... Mas o que fazer com essa sensação de ainda possuir 17 anos? Talvez resida aí o segredo do não envelhecer...
Em meio a tantos erros de percurso nesse período todo, tantas pessoas erradas que vieram e partiram, aquece o coração lembrar de tantos por-do-sol já vividos, tantas vezes me admirei com o branco e azul do céu, incontáveis lágrimas de tanto rir, os amigos queridos e seus momentos especiais.
Resolvi vestir o personagem festeiro e fui pra noite, que estava quente e convidativa. Na cara de pau, ganhei privilégios de aniversariante o que permitiu mais dinheiro pra cerveja, e lá pelas tantas de uma madrugada estrelada de muitos risos e muitas cervejas numa noite muito boa, o vallet detonou o mecanismo do vidro do carro. Nada é perfeito.
Melhor mensagem do dia veio do melhor amigo: "Um diplomata é aquele que se lembra sempre do aniversário do melhor amigo, mas nunca a sua idade. Parabéns pelos seus 25 anos." Melhor impossível.. acordar tarde, de ressaca e dar de cara com esse email. Presentão!
Vamos então pra festa surpresa da família que já sei de antemão... Tudo bem, faz de conta que é surpresa.
 
 
 
 

5 comentários:

  1. e olha que voce não está nada mal para 38 , achei mesmo que tinha menos idade

    ResponderExcluir
  2. Pois meus parabéns e relaxa, que a velha história de homem ser como vinho é bem verdade, viu? :-)

    ResponderExcluir
  3. segundo texto que eu leio sobre idade em blog essa semana. devo dizer, não tenho medo da morte, mas morro de medo de envelhecer.

    ResponderExcluir
  4. Ora, feliz aniversário! Como você, cheguei há pouco aos trinta e oito anos. A diferença: desde os 20 sinto-me com quarenta! (Rsrsrs). Mas é uma fase gostosa. Muitas coisas vividas que acabam nos dando expectativas de muitas outras por viver. Feliz novo ano!

    Arthur

    ResponderExcluir
  5. ...

    Voltando das férias, agora já em casa, relendo correspondências, retornando a gentileza de todos os posts, deparo-me com um aniversário neste mês: o seu!

    Ainda que atrasado, mas sempre crendo que o agora é o início, meus parabéns, rapaz! Bem-vindo à nova idade, aqueles "25" acerca dos quais um outro amigo já tinha lembrado... Somos da mesma geração, acabei de comprovar. Feliz de nós que rejuvenescemos com a experiência dos anos!

    Parabéns mais uma vez!

    ...

    ResponderExcluir