sexta-feira, novembro 28, 2008

Idiotas que amam idiotas



Voce me ensinou a solidão....
Como disse no post anterior, nao acho muito válido cópias de idéias, mas quando a idéia e boa e desperta outras idéias, temos aí uma justificativa igualmente válida. Movimentar neurônios ainda é um dos exercicios mais interessantes cujos resultados nos acompanham vida adentro.
Tenho um amigo no exterior que levou um pé na bunda e passamos os últimos dias nos digladiando em português e espanhol sobre como sair dessa situação, de ter sido deixado, quando o post do Klero ontem me fez pensar sobre isso.... De como é agonizante ser deixado sozinho num mar de lembranças, que inevitavelmente nos tornamos reféns de nós mesmos esperando por migalhas da outra parte, de que nossa auto estima decai a ponto de nos sentirmos idiotas revoltados esperando por atenção de outros idiotas. A resposta é óbvia certo? largar disso e seguir a vida de novo... Mas existe um mecanismo maléfico na psique humana que nos faz querer quem não nos quer, de maneira doentia e cíclica fazendo com que o encerramento do processo dure tempo demais, muito além do necessário. Como sair? Não há cura, apenas a sabedoria popular que aposta nos resultados que somente o tempo pode prover em uma semana, ou num mês, ou num ano, ou até mesmo talvez em dez anos. É questão de sorte.
Voce me ensinou a solidão....
Entre promessas não cumpridas de amizade, resta a sensação de vazio abrupto provando o quanto somos humanos, e quanto um ser humano pode deixar outro e achar que tudo é a maior normalidade possível. Aprende-se muito nisso tudo, mas tambem aprende-se que a saudade que resta, aos poucos desvanece por falta de cuidados, e tudo se restaura à sua ordem natural do acaso. Esquece-se também muita coisa, mas na verdade isso trata-se mais de uma benção que nos cicatriza de vez.
Voce me ensinou a solidão....
Também me ensinou a fazer o mesmo com os outros. Diferentemente do que se espera, não pretendo repetir teu erro grosseiro de mágoa alheia. Afinal de contas, sou muito melhor do que voce.
Franco... bola pra frente! O que vem por aí é sempre melhor do que ficou pra trás.

3 comentários:

  1. Franco7:40 PM

    É mesmo Marco. Nao á cura, apenas o tempo. Como vc bem falou, o tempo nos faz ser melhores pessoas. Pessoas que terminam um relacionamento e em menos de tres semanas ja estao namorando de novo... vc acha que nos merecem? Eu me acho muito melhor do que essa clase de pessoas. Particularmente, acho que nem minha amizade merecem. Sou alguém honesto, bom, trasparente e sincero. Yo merezco algo mejor.

    ResponderExcluir
  2. engraçado que eu sempre defendo quem termina ou deixa ou some... não acho que estejam certos, mas penso, e faço meus amigos pensarem semppre: foi um favor a você. e realmente é.

    ResponderExcluir
  3. isto tem tudo a ver com o momento que estou vivendo...

    ResponderExcluir