quinta-feira, junho 22, 2006

Sua vida através dos aparelhos de celular

Desde que a paranóia dos celulares começou, os modelos foram passando pela minha vida. Hoje estive recordando o primeiro aparelho grande e pesado que usei, que a gente costumava colocar sobre a mesa do restaurante, ao lado da pizza. O povo passava e ficava olhando, além do mais, vc ficava torcendo pro telefone tocar pra vc atender em alto e bom tom. Coisa de caipira não acostumado com a tecnologia.

Esse Multitac era o tijolo em pessoa. Funciona bem por 4 horas, e nao pegava em quase lugar nenhum. Tinha um toque infernal e irritante. Levava a noite toda pra recarregar. Mas era divertido pra caramba.




Depois veio a febre do celular pré pago, e tudo mundo podia ter um Baby da falecida Telesp Celular. Mesmo assim, celular era um bicho de 7 cabeças. Me divertia recebendo recados que na época eram de graça e o povo mandava pela internet. Fui um precursor do SMS...


Começou então a tendência da diminuição do tamanho do celular, então entrei na fgase do pequenino que mandava e recebia mensagens... Foi um sucesso na empresa onde eu trabalhava



Num momento de transição, depois de 4 anos, emplaquei de LG. Boas funções, tela colorida, tons polifônicos e bastante funcionalidade. Divertido, mas a fase durou pouco.




Fase atual, o telefone faz tudo o que o outro fazia, mas agora ele dobra no melhor estilo Clam Shell.. Realmente comparando com o aparelho do passado, o que fica não é a impressão da tecnologia, mas sim de como a gente era cafona no passado, ao exibir o aparelho. Hoje, é melhor ficar com o aparelho escondido, sem nenhuma duvida, e que ele nao toque a música do "Fantástico" no meio do ônibus lotado.



Um comentário:

  1. Hauahuahuahua...
    Muito legal o post!!!! Desculpe a intromissão mas não pude resistir e deixar um comentério. Principalmente com o a parte que vc faz em relação ao onibus... hehehe. Parabéns... Até mais

    ResponderExcluir